dica

Filme: Okja

14:08



Dirigido por Bong Joon-ho, responsável por Expresso do Amanhã, o novo filme Original Netflix traz uma dura crítica à indústria da carne e segue a história tocante de uma menina sul coreana que arrisca sua vida para salvar sua porca gigante, Okja, das mãos de uma empresa multinacional.

Com um tom satírico, Okja conta uma história forte e emocionante sobre amizade, empatia e maus tratos. O filme do diretor sul coreano estabelece uma atmosfera leve e divertida no início, com alívios cômicos bem pontuados, mas a partir do segundo ato muda seu tom completamente e se torna mais visceral, jogando toda a realidade da indústria alimentícia na cara de quem assiste.

As críticas são bem feitas e bastante explícitas, não há rodeios, o filme vai direto ao ponto, expondo diversas verdades ao espectador, sem a preocupação de protegê-lo de cenas cruéis e agonizantes.


A jovem Ahn Seo-Hyun, que interpreta Mikha, dona de Okja, dá um show e emociona muito. Sua ligação com Okja é muito bonita e verdadeira, a medida em que o filme vai explorando a amizade das duas, mais nos apaixonamos pela destemida Mikha.

O restante do elenco também é excelente, com nomes como Tilda Swinton (melhor performance do filme), Paul Dano, Jake Gyllenhaal e Giancarlo Esposito, já era de se esperar algo bem feito e de fato eles deram conta do recado. Os personagens de Steven Yeun e Lily Collins não possuem grande espaço na trama, mas é bom vê-los em cena, principalmente para matar a saudade do eterno Glenn de The Walking Dead. 

Mesmo os personagens menos explorados são cativantes e inspiram curiosidade por parte do espectador.


Boa parte das atuações é caricata, causando um tom de estranheza no início do filme, mas ao decorrer da trama quando vamos nos conectando mais com a história e conhecendo mais os personagens, é possível perceber que toda aquela caricatura faz parte da assinatura de Bong para expor o ridículo nas atitudes e pensamentos dos personagens. Assim como as práticas absurdas de grandes corporações capitalistas que enganam seus consumidores e pouco se importam com questões além do lucro.


Johnny Wilcox (Gyllenhaal) é um dos personagens que mais soa exagerado, e por isso divide muito opiniões, mas Jake me agradou bastante. O “amante dos animais” é mais um personagem estranho e camaleônico para sua lista de conquistas.

A trilha sonora é bem escolhida e encaixada com esperteza, dando sempre muita força as cenas, principalmente as mais chocantes e emocionantes, como por exemplo, a cruel sequência em que a polícia agride manifestantes da ALF (Frente de Libertação Animal), liderada pelo personagem de Paul Dano. 

O absurdo, assim como a criatividade são coisas bastantes exploradas em Okja. A linda fotografia junto a direção de Bong mesclam o CGI com o real sem o menor esforço, passando naturalidade e encantando com tamanha qualidade gráfica.


Apesar de um início leve, Okja é cheio de cenas realistas e dolorosas, é impossível não se conectar com o que está acontecendo e se sentir completamente enojado e triste.

Com uma trama interessante, objetiva, personagens carismáticos e um desenrolar bem feito, Okja é maravilhoso e uma ótima pedida para quem procura algo novo para assistir. É uma obra bonita com poder para divertir, emocionar, refletir e não sair da cabeça por dias.

PS: Não se esqueçam de conferir a cena pós-créditos ;)


You Might Also Like

0 comentários

Comentários

SUBSCRIBE

Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf
Todo o conteúdo é criado pela equipe do blog e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada ao seu devido autor. - See more at: http://www.raiannymartins.com/2014/03/cartas-para-o-meu-primeiro-amor-mais-um.html#sthash.F1Ctpv9o.dpuf

Todo o conteúdo é criado pela equipe Idealiizar e qualquer cópia total ou parcial deve ser creditada a seu devido autor. Todas as opiniões aqui expressas são de total responsabilidade de seus autores. Declaro que as imagens aqui utilizadas não são de minha autoria, salvo exceções, e que qualquer problema relacionado ao uso indevido de imagem deverá ser encaminhado para idealizar.me@gmail.com.