16 de ago de 2017

Eu estava em paz

Imagem de chinese, in love, and white

Já te falaram que você só encontra o amor quando não está procurando por ele? Você está em paz. Consigo mesma e com o mundo. Parece que finalmente sua vida está entrando nos eixos e você está sozinha e tudo bem. 

Tudo mais do que bem. 

Verdade seja dita: para conviver com seres humanos e manter qualquer nível de relacionamento, seja familiar, amigo, profissional ou romântico, é preciso uma boa dose de paz interior. E quando se alcança essa paz, parece que tudo flui. Tudo vai bem. Só que ela vai sendo colocada a prova a todo momento. E você pensa, ainda bem que eu tenho paz interior. Pedrada atrás de pedrada, não é como se nada mais importasse, é mais como se nada fosse capaz de te atingir tão fundo que pudesse abalar essa sagrada paz. 

Essa paz é linda.

É que eu estava em paz quando você chegou. Pensei eu que por mais forte que fosse sua atração, não seria capaz de abalar minha paz. Que erro. Eu, na minha paz, assisti perplexa meu mundo desabar, sem mais nem menos. 

Recolho os cacos com muito mais serenidade, é verdade, mas ainda assim estou em cacos. Eu não procurava pelo amor.

Eu estava em paz. 

Você me bagunçou e depois me deixou assim como veio, do nada. E tudo bem. 

Se tudo for aprendizado, dessa vez eu aprendi que nem em paz estou segura, e tenho muito ainda o que aprender.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários