22 de set de 2017

Sexo sem Tabu - Tem que casar (+18)

Aos olhos da ilustradora italiana Frida Castelli, há um potencial erótico em qualquer coisa – e é explorando esse erotismo latente que o mundo parece nos oferecer que ela cria seus desenhos ao mesmo tempo delicados e intensos

As experiências sexuais são para a vida toda. Conforme mais sexo fazemos mais legal e bacana a gente fica para discutir, e claro, fazer. Sexo é a lei da vida. Seja com amigos coloridos, namorados ou um casualzinho, que faz parte da vida. Se você  não fizer, não vai saber quais são as posições que gosta, se mais rápido ou bem devagar, se é adepto ao kamassutra ou prefere papai e mamãe.

Não espere casar para fazer sexo por diversos motivos. As vezes ele goza rápido demais e ela não sabe chupar um pau com gosto. Ela não se masturba e acha que ele está fazendo tudo certo. Ela não sabe rebolar gostoso e ele não acha o buraco - mas em baixo. As vezes os dois não tem prazer porque não sabem do que gostam. Ela nunca teve um orgasmo, e nem sabe como é, e ele acha que se gozou: beleza, tá tudo certo.

Não transe, ou perca a virgindade, com qualquer um. É uma coisa especial e que vários fatores tem que se levar em conta. Se for transar a primeira vez, que seja com alguém que você goste. Não precisa amar. Se o cara estiver ali só por isso, aproveite também por que é uma transa e nada mais. Se é por religião eu vós pergunto: qual é a religião que não aceita o amor?

Parem de achar que sexo envolve um pênis entrando numa vagina. Sexo começa com um beijo na boca, uma mordidinha na orelha e um sexo oral bem feito. Parem de achar que, para fazer sexo, tem que haver penetração e que, sem isso, não transou de verdade. Parem de achar que as posições super complicadas supera um amor papai e mamãe, elas são boas, mas pra quem já transa faz um tempo e não tem medo de se arriscar.

E, por último, mas não menos importante: Parem de perder o cabaço só depois do casamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários