23 de fev de 2018

Sexo sem Tabu - O que podemos aprender com os peitos da Bruna Marquezine (+18)



Muitos julgaram, muitos elogiaram e muitos aplaudiram de é a atitude dessa atriz maravilhosa.

Vamos falar sobre machismo, antes de começar a falar da Bru. Em terras de filmes pornôs, com peitos durinhos e bumbum lá em cima, quem tem o corpo fora desse padrão é esquisito. Quem nunca ouviu algum homem dizer: só comi porque era gostosa. Oi? Isso é um requisito para o senhor, jovem e supremo ser, enfiar o seu super master pau por aí? Perguntou o que ela gosta de fazer? Ou melhor, as posições que ela tem mais prazer?

Perguntou, em algum momento, como ela se sentiria se ouvisse você dizer isso? Claro, para nós mulheres também rola aquele sentimento de sair da cama de fininho sem que o outro perceba, é natural dos seres humanos, mas machismo não. Caras que contam tudo, em vários detalhes para os amigos tenho uma notícia para você: isso é machismo, porque o que se faz em quatro paredes não se conta para ninguém - no máximo para a melhor amiga dizendo se foi bom ou não, no máximo.

Se você quer ser gostosa: vai e arrasa, mas não dependa só disso.

Voltando a falar da Bruna: que maravilhoso é quebrar esse tabu. Li comentários dizendo que seus peitos estavam caídos então lhes pergunto: vocês já transaram com algo sem ser a boneca inflável de vocês nos dias mais carentes? Todo mundo tem esses dias não é mesmo? 

Os peitos da Bruna são naturais, sim choquem com isso. Nem todas as atrizes querem esse padrão de beleza, nem todas querem ser magras e nem todas, aliás nenhuma, são perfeitas. Somos seres humanos, carne e osso. Não se sinta mal por não ter chegado ao padrão de beleza imposto nas mulheres, porque nem a mulher mais sexy da vida consegue ser assim todos os dias - as vezes até a Thaila Ayala come um hambúrguer não é mesmo? 

Pare de se cobrar tanto. 

Você é linda, do jeito que é. 

Da cabeça aos pés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários