4 de set de 2018

Literatura: O pintor de emoções




Faz muuuito tempo que não escrevo essa tag aqui, mas tudo isso tem uma explicação. Sempre que eu leio algo que me toca eu escrevo aqui, mais ultimamente eu lia apelas os clichês, só pra passar o tempo mesmo. 

Eu comprei esse livro na bienal de 2015, se não me engano, e ele estava na estante de "Livros Não Lidos", quem nunca? Até que esses dias eu saí com pressa, mochila pesada e falei: vai esse mesmo porque ele é pequeno. Eu acredito nessa coisa de que lemos tudo aquilo que estamos precisando, sabe? Se eu tivesse lido ele com a minha mentalidade lá de 2015 talvez ele não gerasse um impacto tão grande assim em mim. Detalhe: eu paguei nesse livro míseros 5 reais.

O Pintor de Emoções

Esse livro é escrito pelo Raimon Samsó, foi um dos finalistas do primeiro prêmio New-Age da Espanha.Dando uma pesquisada no Google, porque eu realmente não sabia o que era esse prêmio, eu descobri que é uma especie de fusão dos ensinos metafísicos, espiritualidade e tudo mais. E tem tudo a ver com esse livro.

Como ele não é tão longo, eu vou me abster de comentários para não dar nenhum spoiler, porque ninguém merece né? Mas a história acontece em Barcelona e o protagonista é o Victor, um pintor que vive com o dinheiro da sua arte - sonho né?. Ele casa com Clara e, por uma doença rara, ela morre deixando-o sem ter o que fazer. Calma, tudo isso tá escrito na orelha do livro.

Javier, amigo de Victor, vai para a Espanha tratar de negócios e convida o Victor para ir até Los Angeles. Ou seja, um vai para a casa do outro. E aí acontece o que tem que acontecer...

Era sem spoiler, lembram? hahaha 

Esse livro vende em várias livrarias de São Paulo, a media de preço é de 15 reais. Mas é uma leitura que vale muito a pena. Indico de olhos fechados, sabe quando eu disse isso de outro livro? Quando eu mesma escrevi o Estranho Impar, e quem leu adorou. Então pode confiar em mim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários