10 de set de 2018

Por onde anda você?

(Imagem: Pinterest)


Fiquei parada, intacta por vários minutos.

Meu café esfriou, o queijo do meu pão ficou duro e o chá que eu estava fazendo numa tentativa, entre milhões, para emagrecer vazou tudo da chaleira com a água fervendo. Mas nada disso importa se você não estiver aqui.

Você não está aqui para me fazer sair do celular e comer um pouco, "vai ficar doente desse jeito", você diria. Você não está aqui para rir das minhas atrapalhadas federais que, dizem, só eu mesma sei fazer. Não sei se levo isso como um elogio, mas tudo bem.

Se você não estiver aqui os dias ficam sem cor. O sol não aparece e, no lugar dele, sempre vem a chuva. Ela que escorre junto às lágrimas dos meus olhos quando lembro que você não está aqui.

Tu, menina, está em um outro lugar. Não sei onde, não sei o porque você foi embora e ao sei porque deixou apenas uma folha de papel dizendo "preciso ir, obrigada por tudo".

Agora, tá na hora de voltar, né?

Faz meses que você se foi.

Não interessa nosso passado ou nossas brigas bobas. 

Volta para começarmos tudo de novo? 

Volta diz que sente falta do calor dos meus braços quando está frio, que não liga para o que os outros vão pensar de nós... volta?

Tá tudo tão vazio desde que você se foi, menina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários