16 de out de 2018

Um texto sobre como preciso ler mais o que escrevo



Porque as vezes a gente precisa ler mais as coisas que nós mesmos escrevemos. Botar para fora num momento de raiva, de dor ou até mesmo de amor, mas é importante ler, sabe Deus lá quando tempo depois, para perceber que as coisas mudam. E cara, tá tudo bem mudar se você tiver disposto, não pelo outro.

Eu preciso ler mais coisas que eu escrevo, principalmente meus conselhos, sejam eles de amor ou aqueles bem good vibes que eu adoro expor pro mundo. As vezes até parece que tô sabendo lidar com esse sentimento que pulsa aqui dentro do peito. Mas quer uma dica: ninguém é tão pleno todos os dias, o tempo todo. 

Desconfie de pessoas assim.

As vezes eu, toda defensora da meditação e sempre digo que as pessoas devem acreditar no universo porque ele sabe o que ta fazendo, não sigo isso o tempo todo. As vezes dá preguiça de meditar, as vezes a gente desacredita no universo. Mas aí, no fim do dia, a gente percebe que foi mais uma vez enganada porque ele sabe de verdade o que tá fazendo.

As vezes a gente desacredita no amor, só porque não temos uma pessoa que faz nosso coração ficar mais aquecidinho nos momentos mais difíceis da vida. Mas não é bem assim nós temos pessoas, amigos e família, que mudariam o mundo só pra faze você sorrir.

Ninguém precisa do amor romântico pra ser feliz, quando chegar a hora ele vai aparecer.

Então eu preciso ler mais as coisas que escrevo, dos conselhos que eu dou, acreditar mais no universo e na vida. Nada acontece por acaso, nenhum encontro é em vão. Cabe nós decidirmos como vamos viver a nossa vida, é ta tudo bem se mudar de ideia na metade do caminho.   

Tá tudo bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários