1 de fev de 2019

Ímpeto

(Imagem: Pinterest)

Finge que não me toca,
as circula minhas coxas com seus dedos
e para.
Me olha,
impetuoso continua,
finge que não está fazendo nada demais;
Beija meu pescoço e
não sou mais eu,
minha alma saiu do meu corpo
e só o que restou 

foi a luxúria,

o tesão,

a respiração ofegante,

os olhos nos olhos.

As mãos se encontrando e desencontrando.

Diz que me ama, paixão
respondo que também, ímpeto.

Digo para não parar, impulso.
você sorri, imprudente.

E me dando minha calcinha que tanto procurei e não achei
pergunto você me quer como eu te quero, amor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários